Pego das Pias

Alentejo, Portugal, Europa

rio, desfiladeiro, alentejo

SU Paddle, Caminhada

Num local insuspeito algures perto de Odemira, um desfiladeiro rochoso vai permitindo ao riacho criar ambientes frescos e ensombrados em pleno Baixo Alentejo.

Melhor altura do ano

J F M A M J J A S O N D

É um destino para qualquer altura do ano. Talvez hajam apenas duas notas sazonais. A primeira é que quando as praias da costa alentejana estão sobrelotadas, este é um destino mais calmo. A segunda está relacionada com as chuvas, e a época mais verdejante da paisagem na Primavera, altura em que ainda se ouve o riacho a correr em todo o seu curso.

Para todos

Mesmo sem capacidades de todo-o-terreno, qualquer viatura chega (na época seca) ao término do caminho. Com chuvas, o terreno enlameado no caminho dificulta a tarefa, no qual os sulcos de passagem de todo-o-terrenos acentuam a irregularidade do piso.

A nossa escolha (1)

Ainda que a 50 m do espelho de água, a nossa opção debaixos das árvores frondosas é mais abrigada do Sol e vento.

A alternativa preferida de todos (2)

Junto ao rochedo do Pego das Pias, na pequena praia fluvial, é o local preferido da maioria e também o mais disputado.

Opção pedonal (3)

Para quem tenha tenda de chão, esta opção é bem interessante, já do lado de lá do riacho, abrigados debaixo do arvoredo denso.

Cenário

Desfiladeiro.

Envolvência

Serra de montado de sobreiro.

Acesso

Dois caminhos de terra batida começam na ponte próxima. Ao longo da margem direita do ribeiro, este é o mais apto para viaturas de quatro rodas, antecipando algumas riscadelas das silvas e sobreiros que envolvem o caminho. Na parte final, a 300 m do destino e término de ambos os caminhos, o piso torna-se desafiante para carros "normais", sendo recomendada uma altura ao solo de um todo-o-terreno, bem como tracção integral nas épocas menos secas. O caminho da margem esquerda, consideravelmente mais fácil, é contudo interrompido perto do final, sendo preciso ir dar ao da margem direita atravessando o ribeiro (mais fácil na época seca).

Viaturas adequadas

Época de chuvas: Jipes, «pick-ups» e SUV elevados. Época seca: qualquer viatura... mas com jeitinho.

Dificuldade técnica: 2 em 4

(1) A nossa escolha, a apenas 50m da água; (2) A alternativa colada à água; (3) Apenas acessível sem carro; (4) a caminhada que vale a pena fazer.

(1) A nossa escolha, a apenas 50m da água; (2) A alternativa colada à água; (3) Apenas acessível sem carro; (4) a caminhada que vale a pena fazer.

Imagens para abrir o apetite

FOI AQUI QUE ABATON NOS ESCAPOU... OUTRA VEZ

Existem dois caminhos ao longo do rio, sendo o poente o adequado para viaturas.

NOTA: A localização indicada no mapa é apenas para saber a zona. Optamos por não indicar "spots" exactos... afinal, a descoberta faz parte da aventura. Para mais informação, usa o nosso chat.

Equipamento ensaiado aqui

Darche Hi-View 140 RTT

Tenda de tejadilho

Equipamento ensaiado aqui

Nissan Navara 2.5 TD D20

Viatura 4WD

Língua dos Pês

Spot incluído no artigo

Overland Portugal

OUTROS LOCAIS PARA SONHAR