Álbum de Viagens

Overland Portugal
Overland Portugal

Overland Portugal

1 de janeiro de 2022

Técnica

album, viagem, tecnica

No artigo de Janeiro 2022 na revista "Overland Portugal", deixamos algumas sugestões e recomendações para preparares o teu próprio álbum de viagens. Aqui reunimos alguns conteúdos adicionais que dão mais profundidade à peça impressa, com especial ênfase para exemplos ilustrados.

(excerto)

Estrutura de álbum

Sensações

Do lado direito na imagem, o índice permite apresentar a estrutura do álbum, mais eficaz logo no início. Neste exemplo, optou-se por uma estrutura por sensações e ambientes.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/marrocos2019_compressed/4


Experiências

A viagem pode ser agrupada e contada por tipo de experiência, neste caso, falando sobre as pistas, os locais e os episódios e pequenas histórias vividas. É uma forma que funciona por permitir que o mesmo álbum tenha vários tipos de registos, desde um sobre a condução fora-de-estrada e por onde se viajou, até a um contar de histórias despreocupado com detalhes mais frios (como itinerário e datas).

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/alice_in_lands_of_wonder_jbel_xplore_2012/4


HISTÓRias

Esta é uma das peças mais poderosas num álbum de viagem -- as histórias e episódios. Não precisa de ser o registo de toda a composição, podendo ser reservado para uma secção ou como intercalar de imagens.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/alice_in_lands_of_wonder_jbel_xplore_2012/40


Blocos auxiliares

Mapa e linha temporal

Tirando partido de ser uma composição de formato largo, permitimo-nos juntar mapa e calendário.

A linha de tempo é uma forma ideal de explicar sequências de eventos (sejam dias, locais, ou acontecimentos), sem ter de dedicar espaço, energia (e paciência dos leitores) a explicar essa cronologia.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/marrocos2019_compressed/4


Equipamento

Neste exemplo, concentram-se os considerandos sobre a moto usada na viagem, falando sobre o equipamento, os problemas que ocorreram e tudo o mais que faça sentido.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/_alascabook2016_book_webversion/80


No caso desta viagem de pickup, juntámos dois elementos -- tenda de tejadilho e viatura --, com os problemas e aspectos relevantes para o resto da história. Foram arrumados numa secção dedicada, fora de estrutura de histórias e episódios partilhados.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/marrocos2019_compressed/88


Num exemplo mais antigo, optámos por enumerar o conteúdo da bagagem - neste caso, para ilustrar que levei demasiada tralha que nunca usei.

https://issuu.com/jbpinheiro/docs/personalmotographic_04/22


Estadias

Esta secção ilustra uma opção para arrumar onde e como eram os locais de cada dormida, permitindo incluir pormenores que a memória nem sempre honra, ou até pequenos episódios sobre os mesmos. Um mapa simples, focado em localizar as estadias, é um bom complemento para as "fichas técnicas" de cada local.


https://issuu.com/jbpinheiro/docs/_pm16_trevlistao2015_book_lowres/24



Outros artigos publicados